Home
 
: AUI > Notícias
AUI - Associação Universitária Internacional

Promote Your Page Too
Menu Geral
Artigos
Notícias
Páginas Individuais
Galerias
Press Releases
AUI – Missão e Perfil
Bolsistas
Atualizar meu cadastro
Jovens Líderes
Sobre o Programa Adicionar meu curriculo
Lançamento do Livro: AUI - UM OLHAR NO FUTURO
Sobre o Livro
Bolsistas
Inscrição
Lista de Eventos
Fotos das Turmas
História
Depoimentos
Mildred Sage

Nas Regionais

Bahia

Brasilia
Ceará
Minas Gerais
Paraná
Pernambuco
Rio Grande do Sul
Rio de Janeiro
São Paulo

 

Ata da Assembléia Ordinária e Extraordinária da

AUI - Associação Universitária Internacional

 

Data: 29 de abril de 2007

Horário: 16:00 horas

Local: Hotel Providência

Rua D. Silvério, 233 – Mariana – MG

 

Presentes:

Adriano Batista Dias (PE - 1962 - Engª Mecânica)

Alberto Siuff (Turma de 1972)

Alexandre Hatem Pereira (MG - 2006 - Medicina)

Anna Maria Gagliardi (Turma de 1972)

Aristides José Cavalcanti Batista (PE - 1970 - Direito)

Armando Reis Vasconcelos (CE - 1966 - Filosofia)

Assunção Hernandes (SP - 1963 - Filosofia)

Cristiano Kok (SP – 1967 – Engenharia)

Darci Santos do Prado (MG - 1968 - Engenharia)

Denise Tornieri Secretária

Emilia Recamonde Dias (Turma de 1972)

Fernando de Castro Rodrigues (SP - 68 - Administração)

Flavio Flores da Cunha Bierrenbach (SP - 1963 - Direito)

Francisco José de Arruda Camargo (SP - 1969 - Engenharia)

Garibaldi Joaquim de Santana (BA - 1963 - Odontologia)

Gina Guelman G. Machado (SP - 1967 - Sociologia e Política)

Guilardo Otávio de Ávila de Figueiredo (BA - 1965 - Administração)

Hélio Camarota (RJ - 1969 - Engenharia)

Heyvi Rangel de Carvalho Pinto Lopes (Turma de 1972)

José Adalberto Coelho (MG - 1970 - Direito)

José Luciano Vasconcelos (CE - 1966 - Direito)

José Theóphilo Ramos Jr (SP – Dirigente AUI – Direito)

Lúcio Alves Botelho (MG - 1966 - Engenharia)

Lúcio Gomes Machado (SP - 1968 - Arquitetura)

Márcia Cláudia Reynaldo Alves (RJ - 1967 - Direito)

Maria Madalena dos Santos (PE - 1963 - Filosofia)

Mariana Batich (SP – 1963 – C.Sociais)

Marly Baruch Figueiredo (Turma de 1972)

Marta Clelia e Silva Vieira (MG - 1971 - CiÊncias Sociais)

Merania Oliveira Camêllo (Turma de 1972)

Murilo de Gusmão Pinto Lopes (RJ - 1967 - Engenharia / Economia)

Oswaldo Faria dos Santos (RJ - 1967 - Engenharia)

Roque José de Oliveira Camêllo (MG - 1965 - Direito)

Rosalba Ludmila Alves Braga (MG - 2006 - Direito)

Ruy Aluizio Albergaria (MG - 1965 - Direito)

Sandra José Serpa (RS – 1970 – Direito/Filosofia)

Terezinha S. Denizot (Turma de 1972)

Vera Lúcia Bicalho (MG - 1965 - Filosofia)

 

 

Cristiano Kok iniciou a reunião falando sobre o custo do Programa Jovens Líderes do Brasil que foi de aproximadamente R$66.000,00 e a nossa capacidade de arrecadação que é baixa, cerca de R$5.000,00 por mês. Com a transformação da entidade em uma OSCIP teremos recursos mais estáveis.

Informou que havia uma Assembléia Virtual em andamento para a aprovação do relatório de atividades e contas do exercício de 2006 e solicitou o parecer dos presentes. O relatório e o balanço de 2006 foram aprovados sem reservas.

Foi encerrada a Assembléia Geral Ordinária e iniciada a Assembléia Geral Extraordinária.

Flávio Bierrenbach fez um voto de louvor ao presidente Cristiano Kok e sua gestão, destacou também o nome de Altamiro Boscoli pelo apoio à AUI e constante disponibilidade com que coloca os espaços do escritório para a realização das reuniões da entidade. Disse que o caminho da AUI é a educação, que Cristovam Buarque tem um programa consistente e decisivo para o país. Um bom programa só dá resultado depois de 25 anos e o horizonte político brasileiro é a próxima eleição. A vocação da AUI não pode ser outra a não ser a educação. Graças a um projeto educacional é que nós tivemos a oportunidade de participar daquele programa e hoje a AUI é uma referencia na vida de cada um.

Flávio Bierrenbach fez os agradecimentos à Roque e Merania e a palavra foi dada a Aristides José Cavalcanti Batista.

Aristides propôs para o próximo Encontro Nacional da AUI que se realize em Olinda e Recife com o tema “O passado do século XVII e o futuro do século XXI”. Propôs algumas atividades e visitas como: assistir a um recital de canto gregoriano, visita ao Instituto Ricardo Brennand (maior colecionador de armaduras medievais), Oficina Brennand, do artista plástico Francisco Brennand, visita ao Porto de Galinhas, se estiver sol, visita ao Porto Digital, ao Instituto de Tecnologia da UFPE, C.E.S.A.R., Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, ao Porto de Suape.

A proposta de Aristides para o 4º Encontro Nacional foi aprovada e Cristiano acrescentou que será para a AUI uma oportunidade de conhecer um pouco mais do Nordeste e ainda que os encontros nacionais estão cada vez maiores e o Programa da Educação será a nossa linha mestra.

Cristiano informou aos participantes que o projeto do livro de memórias da AUI foi aprovado pela Lei Rouanet no valor de R$200.000,00. A lei permite que empresas que contribuam com projetos culturais possam deduzir o valor aplicado do Imposto de Renda. A idéia é que o valor total seja dividido em quatro cotas de R$50.000,00.

A palavra foi dada a Fernando de Castro e ele iniciou dizendo que a AUI abriu oportunidades para jovens universitários em 2006 mesmo com poucos recursos e que podemos fazer alguma coisa a mais. Entre nossos associados temos 300 professores em universidades e ligados à educação. O que a AUI, além de patrocinar 30 jovens, poderá fazer? Em uma recente pesquisa sobre a educação no Brasil Fernando destacou 3 questões que lhe chamaram a atenção: a 1ª é que na expectativa do brasileiro a educação ocupava o 6º lugar, nos primeiros lugares estavam o carro, e outras coisas; a 2ª questão é que a educação não era fonte de promoção social e a 3ª questão falava sobre a responsabilidade da educação e era atribuída ao governo e não à família. Algumas ONG's tentam resgatar a preocupação com a educação, a família e colocar a educação como prioridade. A proposta é trabalhar o DNA da educação e em 2007, 2008 abrir oportunidades. Poderíamos ter alguns programas específicos.

Terminou dizendo que a AUI deu uma oportunidade e fica um convite à reflexão.

A palavra foi passada à Mariana que iniciou dizendo não saber se conseguimos interferir na família, talvez devamos ter outros planos como programas regionais para estudantes universitários de periferia como um final de semana cultural por exemplo. Um grupo de universitários de periferia poderia ir à Sala São Paulo. Quantas crianças de Recife não conhecem o Instituto Brennand?

Mariana acha que no caso dos Jovens Líderes do Brasil, os estudantes deveriam dar alguma contribuição financeira.

Cristiano diz que o objetivo era saber se éramos capazes de organizar um programa e deu certo. Houve dedicação, apoio e recursos financeiros.

Nas avaliações o principal ponto que faltou foi não levar em consideração a questão ambiental.

O caminho agora é colocar a associação na trilha da educação e questão ambiental.

A palavra foi passada ao Alexandre Hatem. Alexandre disse que o programa foi muito bom, acima das expectativas e com um padrão elevado. A sua proposta é que o próximo programa tenha um nível mais estudantil para reduzir o custo mas manter o nível elevado das palestras.

Continuou dizendo que São Paulo foi muito bom mas deveríamos ir a Brasília pois, querendo ou não a política é que modifica as coisas.

Os jovens tiveram a oportunidade de durante 10 dias participar de um programa cultural, com palestras, museus, conhecer a cultura do país.

As palestras com ex-bolsistas e pessoas relacionadas foram muito boas, mas não houve uma interação, não houve muito tempo para se discutir as propostas.

A sugestão de Alexandre é que sejam chamados aqueles que participaram do programa para elaborar uma proposta de baixo custo mas mantendo o alto padrão de conteúdo.

A palavra foi dada ao Hélio Camarota. Hélio sugeriu à respeito de contribuição financeira por parte dos estudantes, que o estudante que não pudesse contribuir financeiramente colaboraria na organização do programa seguinte.

Cristiano Kok fez os agradecimentos à Roque e Merania.

Roque informou aos presentes que recebeu algumas cartas de associados que não puderam comparecer e enviaram votos de sucesso ao encontro: Jaime Galvão de Recife, Rezek e Marcus Villaça. Todos se comprometendo a participar do próximo encontro nacional se tomarem conhecimento com antecedência.

Também justificaram a ausência: Marco Maciel, Mario Becker, Walter Caixeta e Antonio Roberto.

No final da reunião foi exibido um vídeo sobre a cidade de Mariana.

 

Secretariou a reunião e expede a presente ata,

 

Denise Tornieri